4 DIFERENÇAS ENTRE FALAR COM UM AMIGO E UM TERAPEUTA.


A amizade desenvolve a felicidade e reduz o sofrimento, duplicando a nossa alegria e dividindo a nossa dor. –  Joseph Addison

Já dizia a canção de Milton Nascimento “Amigo é coisa pra se guardar debaixo de 7 chaves, dentro do coração”.

Os amigos são tão importantes que, se não existissem, alguém os teria inventado! Que o diga Chuck Noland, protagonista do filme Náufrago (2000), que se achando sozinho em uma ilha, faz amizade com uma bola de vôlei e a chama de Wilson.

O compositor Frejat escreveu “Eu te desejo muitos amigos, mas que em um você possa confiar” e muitas pessoas têm esse amigo, o melhor amigo, aquela pessoa com quem você pode fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.

Entretanto, uma pergunta pertinente é “Até que ponto a conversa com seu melhor amigo pode substituir a conversa com um terapeuta?”.

Saber com quem falar pode fazer a diferença entre a resolução de um problema e o agravamento do mesmo, por isso, você deve conhecer as 4 principais diferenças entre falar com amigos e terapeutas:

  1. Um amigo costuma dar conselhos e sugestões, o que na maioria das vezes é útil, mas quando a questão é mais séria, por mais que os conselhos do seu amigo sejam bons, não vai resolver o problema.

1.1 Um terapeuta aplica técnicas psicológicas, e o que são essas técnicas? São meios utilizados para ajudar o cliente a encontrar soluções para suas questões emocionais, seja ansiedade, raiva, fobias, depressão ou semelhantes.

  1. Um amigo sabe como “resolver” tudo, baseados em sua própria experiência oferecem soluções prontas para o problema sem levar em consideração que existe muito mais além da situação externa, há na verdade um mundo interno de conflito que precisa ser resolvidos antes de qualquer ação.

2.1 Um terapeuta escuta empaticamente, procura entender os acontecimentos do ponto de vista do cliente e não do seu próprio.

  1. Um amigo te chama pra sair, mas será que se distrair em alguma festa ou beber com os amigos resolve o problema?

É normal que os amigos queiram nos distrair, tirar o nosso foco da situação para diminuir o sofrimento, mas eles fazem isso justamente porque não sabem ajudar de outra maneira.

Quando a questão é mais séria, se distrair não adianta, quando você voltar pra casa, o problema estará lá te esperando.

3.1 Um terapeuta não julga ou influência, jamais vai dizer “Eu já sei! O que você precisa é abrir um garrafa de vinho e beber comigo até sua dor passar”.

O objetivo dele é fazer com que você encontre suas respostas, saber exatamente onde dói, porque dói e o que fazer para parar de doer.

  1. Um amigo fala que vai passar, diz “Isso passa, você vai ficar bem!”. Imagina que você está com unha encravada e eu digo “Liga pra isso não, você vai ficar bem, vai se curar sozinho”.

Você sabe que não vai se curar sozinho e talvez seja muito difícil para você mexer nesse dedo, certamente vai precisar ir à manicure para que ela tire essa unha e evite que seu dedo infeccione.

Algumas questões emocionais não vão simplesmente passar sozinhas, nem com conselhos, nem com distrações, nem com abraços sinceros e amorosos.

Você vai precisar encarar o problema de frente e se achar que não consegue sozinho, é o momento de procurar ajuda profissional.

4.1 Um terapeuta acolhe seu sofrimento, caminha junto com você rumo à solução, afinal esse é o trabalho dele, porém mais que isso, ele escolheu essa profissão por amor, o propósito maior de ajudar pessoas a se resolverem.

Algumas literaturas chamam o terapeuta de curador ferido, uma pessoa que passa por problemas, mas que usa isso para se tornar mais humano e compreender com maior exatidão a dor das pessoas.

“Para ser terapeuta, tem que ser louco, afinal quem com juízo perfeito se importaria em carregar os problemas dos outros?”

Entenda como a hipnose pode te ajudar, e como funciona o tratamento com hipnose.
 Clique AQUI para conhecer.


Artigo produzido por Hipnose na Prática

Leia também: PSICOLOGIA INFANTIL: NUNCA MANDE UMA CRIANÇA ENGOLIR O CHORO.

#Aprenda Hipnose Gratuitamente: Minicurso Gratuito de Hipnose

Siga-nos nas Redes Sociais:
fb       App Grupo         app YouTube         App Instagram 2

Deixe uma resposta